Descubra os 16 principais deuses africanos do candomblé – Orixás.

O candomblé é uma religião de matriz africana que tem como principal característica a adoração aos Orixás, que são os deuses africanos. Esses Orixás são reverenciados e cultuados em diversas regiões do Brasil, principalmente na Bahia.

Existem 16 Orixás principais, cada um com suas características e atribuições. Entre eles estão Oxalá, Ogun, Oxossi, Xangô, Iansã, Oxum, Iemanjá, entre outros. Cada Orixá possui suas próprias cores, comidas, cantigas e danças, que são utilizadas nos rituais de adoração.

Conhecer os Orixás é importante para entender a cultura e a religiosidade afro-brasileira, além de ser uma forma de se conectar com a natureza e seus elementos. Descubra agora os 16 principais deuses africanos do candomblé e mergulhe nessa rica e fascinante cultura.

Explorando os mistérios e a importância dos deuses africanos no candomblé: conheça os 16 orixás

O candomblé é uma religião afro-brasileira que tem suas raízes na cultura Yorubá, originária da Nigéria. Uma das principais características do candomblé é a reverência aos orixás, os deuses africanos que representam diferentes aspectos da natureza e da vida humana.

Os orixás são considerados como intermediários entre o mundo espiritual e o mundo físico, e são adorados através de rituais, oferendas e festivais. Cada orixá tem suas próprias características, personalidade, cores, símbolos e histórias.

A seguir, vamos conhecer os 16 principais orixás do candomblé:

  • Exu: orixá da comunicação, da transformação e dos caminhos;
  • Ogum: orixá da guerra, da tecnologia e do trabalho;
  • Oxóssi: orixá da caça, da fartura e da floresta;
  • Xangô: orixá da justiça, do trovão e da pedreira;
  • Oxum: orixá do amor, da beleza e das águas doces;
  • Iansã: orixá dos ventos, das tempestades e da mudança;
  • Nanã: orixá da sabedoria, da velhice e da morte;
  • Oxalá: orixá da criação, da paz e da harmonia;
  • Ossaim: orixá das plantas, das ervas e da cura;
  • Oxumaré: orixá do arco-íris, da serpente e da renovação;
  • Ewá: orixá da beleza, da juventude e da renovação;
  • Iemanjá: orixá do mar, da maternidade e da fertilidade;
  • Olocum: orixá das águas salgadas e da estabilidade;
  • Oxaguiã: orixá da caça, da fartura e da alegria;
  • Logunedé: orixá da pesca, da caça e da fartura;
  • Nanã Buruku: orixá da lama, da fertilidade