O Candomblé é uma religião afro-brasileira que tem suas raízes na cultura dos povos africanos trazidos como escravos para o Brasil. Uma das práticas mais comuns dentro do Candomblé é o uso de velas coloridas para honrar os Orixás, divindades que representam forças da natureza e elementos da vida humana. Cada cor de vela representa um Orixá específico e tem um significado único e poderoso dentro da religião. Nesta página, vamos explorar o significado das cores das velas dos Orixás no Candomblé e como cada uma pode ser usada para fortalecer a conexão com essas divindades.

Desvendando a simbologia das velas dos Orixás no Candomblé: significados e cores

O Candomblé é uma religião afro-brasileira que tem sua origem na cultura dos povos africanos que foram escravizados e levados para o Brasil. Uma das práticas mais comuns no Candomblé é o uso de velas, que representam os Orixás, entidades divinas cultuadas na religião.

Cada Orixá tem sua própria cor de vela e significado simbólico. A seguir, vamos desvendar o significado das cores das velas dos Orixás no Candomblé:

Oxalá

Oxalá é considerado o pai de todos os Orixás e é representado pela cor branca. A vela branca é símbolo de paz, pureza, harmonia e luz.

Xangô

Xangô é o Orixá do fogo, da justiça e do trovão. Sua cor é o vermelho e a vela vermelha simboliza a força, a paixão e a coragem.

Ogum

Ogum é o Orixá da guerra, da coragem e da luta. Sua cor é o azul e a vela azul representa a força, a coragem e a proteção.

Oxóssi

Oxóssi é o Orixá da caça, da fartura e da natureza. Sua cor é o verde e a vela verde simboliza a esperança, a renovação e a saúde.

Ossaim

Ossaim é o Orixá das ervas e das folhas. Sua cor é o amarelo e a vela amarela representa a sabedoria, o conhecimento e a proteção espiritual.

Oxum

Oxum é o Orixá da beleza, do amor e da fertilidade. Sua cor é o dourado e a vela dourada simboliza a riqueza, a prosperidade e a abundância.

Iansã

Iansã é a Orixá dos ventos, das tempestades e da mudança. Sua cor é o rosa e a vela rosa representa a beleza, a paixão e o amor.

Nanã

Nanã é a Orixá da sabedoria, da tranquilidade e da velhice. Sua cor é o lilás e a vela lilás simboliza a espiritualidade, a intuição e a sabedoria.

Omulu

Omulu é o Orixá da saúde, da cura e da morte. Sua cor é o preto e a vela preta representa a proteção espiritual, a introspecção e a renovação.

Por fim, podemos concluir que as cores das velas dos Orixás no Candomblé possuem um grande significado e importância dentro desta religião afro-brasileira. Cada cor representa uma energia e um aspecto específico da divindade, e é utilizada em diversos rituais e cerimônias para invocar a presença e a benção dos Orixá