Tipos de Mediunidade e sintomas

Tipos de Mediunidade e seus sintomas
Escrito por Paulo Rodrigues

Por mais que muitas pessoas não tenham a mínima ideia disso, existem muitos diferentes tipos de mediunidade.

A verdade é que a grande maioria das pessoas têm uma visão um tanto quanto sensacionalista sobre isso, que em nada agrega ao conhecimento.

No final das contas, existem muitas formas de ser médium, que em muito pouco se atrelam. Não há uma maneira reta e sólida de se definir e segurar a mediunidade, porque ela depende de vários fatores diferentes que trabalham entre si para uma definição clara.

Não importa qual é a sua opinião pobre isso, se você quer saber mais sobre mediunidade, basta continuar lendo e você ficará por dentro da parte mais relevante das informações.

Tipos de mediunidade e seus sintomas

A mediunidade tem em si várias ramificações que, antes de tudo, devem ser estudadas e compreendidas. Para essa etapa do conhecimento pode desandar todo o processo de  entender o universo da mediunidade em si.

De maneira rasa, abordaremos neste tópico os tipos de mediunidade e os seus principais sintomas, mas mais a frente iremos falar sobre cada uma delas com um pouco mais de propriedade.

A mediunidade pictográfica serve como uma espécie de maneira de trazer à realidade as visões. Muitas pessoas fazem isso com a ajuda de belíssimas e sensíveis pinturas e até mesmo esculturas. Isso tem como principal sintoma pequenas lembranças e choques de memória.

A vidência é a vertente mais conhecida da mediunidade. Nessa versão é possível ver o futuro, seja sobre a nossa vida ou sobre a vida das pessoas que nos cercam. Infelizmente, muitas pessoas confundem os seus sintomas com sonhos. O maior sintoma é ver o futuro momentos antes disso acontecer.

A clarividência é muito parecida com a vidência, mas ela traz ao médium a possibilidade de consultar o passado da pessoa e, além disso, ver com mais clareza o que motiva cada situação dentro da vida do consultante. Isso tem como sintoma saber coisas que a pessoa fez sem que te conte.

É claro que existem muitos outros modos de mediunidade, mas são tantos que, em um único artigo, torna-se inviável explicar. Por isso vamos abordar os principais.

sintomas de mediunidade

Mediunidade Pictográfica

Como já citado anteriormente, dentro dos tipos de mediunidade temos a pictográfica. Ela serve como uma maneira mais aprofundada de trazer a mensagem para os consultantes.

Nesse estágio, o médium pode trazer gravuras ou esculturas que, por suas vezes, servem como modo de fazer a comunicação entre a pessoa que está em outro plano astral e o consultante. Essas artes podem rebobinar memórias e momentos da vida, que só ambos sabem.

Vidência

Dentre todas as formas de mediunidade,a mais famosa e exposta por ai é a vidência, que por sua vez é a que mais tem sido alvo de charlatões e falsos “profetas” do espiritismo. 

Isso é algo muito corrupto, algo que acaba dificultando e até mesmo sujando a imagem dos reais videntes que existem por ai.

A vidência consiste em ver pequenas ou grandes situações do futuro, antes que isso aconteça de fato. Nessas visões sabemos o que acontecerá a nós mesmos e aos outros.

Isso pode simplesmente ser ou não desenvolvido com o auxílio da espiritualidade, isso depende somente do médium em questão.

Clarividência

Na clarividência o médium consegue ter uma visão mais clara, juntamente com a vidência. Esse tipo de consulta ajuda para saber onde erramos e onde podemos acertar, tendo previsões da nossa vida durante a consulta.

Clariolfativo na Mediunidade

Muitas pessoas não têm o conhecimento dessa área. Ela se trata de trazer memórias esquecidas ao consultante por meio de odores e cheiros. Isso é um tipo de tratamento muito utilizado para desbloquear antigas memórias.

Clariggustativo na mediunidade

Assim como o tópico anterior, esse trabalha com os sentidos. Esse utiliza do paladar para trazer à tona velhas recordações, ou até mesmo desbloquear traumas e memórias.

Incorporação mediúnica

Muitas pessoas vão em busca da mediunidade para contatar entes queridos que partiram desse plano astral. Isso é algo muito comum e, na verdade, depois da vidência é a maneira mais utilizada de mediunidade.

Nessa forma o médium incorpora a pessoa com quem estamos tentando um contato. Em alguns casos isso é possível e em outros não, mas é algo muito emocionante.

Psicografia

Dentre os tiopos de mediunidade para contato com entes queridos já falecidos, temos também a psicografia, que é onde o médium incorpora a pessoa e ela escreve uma espécie de carta para o consultante.

Bom, ainda que alguns tipos de mediunidade não tenham sido citados aqui, colocamos os mais comuns e mais buscados pelas pessoas normalmente. Cada tipo importa e desempenha o seu papel de maneira única.

Para utilizar esse tipo de recurso é interessante se informar bem sobre a pessoa que irá lhe atender, afinal, muitas pessoas acabam enganando as outras com uma falsa mediunidade. A verdadeira precisa ser trabalhada e desenvolvida.

Também pode interessar:

Agora que você já sabe quais são os tipos de mediunidade  que existem, você pode descobrir se tem alguma dessas habilidades e, dependendo da situação até mesmo desenvolvê-las. 

Sobre o autor

Paulo Rodrigues

Apaixonado pelo mundo místico e o místério das simpatias. Mestre de Reiki e pesquisador ativo em paranormalidades. Com o propósito de ajudar as pessoas na busca do autoconhecimento.

* Saiba como escrever para o site, envie um email para: [email protected]

Deixe um comentário