Calendário lunar 2020

Calendário lunar
Escrito por Paulo Rodrigues

O calendário lunar trata-se de cada fase da lua e como isso pode e vai influenciar nossas vidas. Muitas pessoas não acreditam nisso, mas depois de algumas provas de veracidade, passam a se guiar com base no tal calendário.

Para as pessoas que já seguem a astrologia, como os signos, por exemplo, isso com certeza fará sentido com muito mais facilidade. No entanto, se você não entende muito do assunto, pode ser que esta se torne um tarefa um pouco mais complexa!

Quer entender um pouco mais sobre o assunto? Então continue lendo este post, traremos os melhores conteúdos para ti!

O que é Calendário Lunar?

No calendário lunar, os meses têm 29 dias, e não 30 ou 31 como no nosso calendário comum. Consequentemente, cada ciclo ou fase da lua dura vinte e nove dias, ou seja, um mês no calendário lunar!
Nesta visão, não contamos os dias, mas sim as noites, que é o momento onde a lua sai. Ou seja, cada dia será contado somente no período noturno.

Lua nova em 2020

A lua nova em 2020 representa um bom momento para tirar as ideias do papel e usar de toda a sua singularidade. Pessoas mais introvertidas sentirão menos dificuldade no momento de se relacionar com as outras, o que é muito positivo.

Todos os projetos tendem a se realizarem com mais fluidez, é um momento bom para investir em sua vida pessoal e em seu autoconhecimento, certamente você terá ótimos resultados com isso!

Lua crescente em 2020

Por mais que esta seja uma lua bastante complexa para algumas pessoas, a verdade é que a maioria se sentirá muito bem neste período. Picos de grande energia podem ocorrer, causando crises de ansiedade em quem sofre disso.

É um momento perfeito para fazer o que der na telha, não fique sendo passivo(a) diante de tudo o que te ocorre. Rasgue o verbo, diga tudo o que precisa dizer, somente assim você obterá sucesso de verdade.

Não deixe com que ninguém te coloque medo, ouça mais a si mesmo(a) do que aos outros, isso é importante nesta fase do calendário lunar!

Lua cheia em 2020

Prefira ficar calado(a), não se permita estragar tudo por meio de seu desejo de dominar, todas as pessoas ficarão mais seguras e geniosas neste período, tome cuidado para não se prejudicar justamente por conta disso.

Tenha sempre em mente o fato de que, por mais que você se sinta dono(a) de si, más situações podem estragar toda a sua vibração, te tornando melancólico e vulnerável.

Prefira ser mais resguardado e conservador por estes dias, senão pode ser que você se prejudique por conte de suas ações mal calculadas.

Este definitivamente não é o melhor momento para tentar reatar relações antigas. Se você não tomar cuidado, pode arruinar, inclusive, a chance que teria de voltar com essa pessoa em outras luas!

Lua minguante em 2020

A lua minguante em 2020 vem para te fazer pensar duas vezes antes de agir. Não faça nada que não te dê muita certeza ou você com certeza acabará se prejudicando.

Tenha em mente que sempre estamos expostos aos perigos da vida, até mesmo quando pensamos que não.

Prefira ser mais conservador neste ponto justamente para que você não sofra com as decepções do futuro.

Não deixe de lado, é claro, as suas ambições, mas tome este momento para se proteger, para pensar mais em seus planos e não necessariamente para agir.

O calendário lunar influencia em quê?

O calendário lunar influencia em muitos aspectos de nossa vida. Por mais que nem sempre percebamos isso, quase todas as nossas ações e reações são influenciadas pela lua.

Pode ser que até mesmo a fertilidade das mulheres sejam afetadas por conta deste fator, mas por isso é que sugerimos que, antes da gravidez, a nova mamãe busque pesquisar acerca do assunto.

Há quem acredite que a lua influencia no crescimento, no cabelo, nas unhas, na força física, nos sentimentos e na nossa forma de lidar com as coisas ao longo dos dias.

Pode ser que em uma lua como a minguante, não seja um bom momento para fazer o que queremos, enquanto na crescente, isso funcione bem.

Pesquise cada vez mais acerca deste assunto para compreender melhor acerca disso e seus impactos em sua vida.

Compreenda que o calendário lunar não necessariamente fará com que tudo isso ocorra com você, mas pode ser que, conforme isso ocorre com os outros, te impacte de alguma forma.

Lembre-se sempre de consultar o calendário antes de novas reuniões, pedidos de aumento, pedidos de volta em uma relação e coisas do tipo, se se programar, pode ser que o seu resultado seja muito melhor

Use o calendário lunar a seu favor para obter todos os melhores resultados que puder em sua vida, isso com certeza fará a diferença em suas vivências!

A HISTÓRIA DO CALENDÁRIO LUNAR

O Calendário Lunar mais antigo que se tem conhecimento foi encontrado nas cavernas de Lascaux, cujas pinturas remontam ao menos há 15.000 anos.

Mas acredita-se que foi a partir do desenvolvimento da agricultura quando o Calendário Lunar se converteu em uma ferramenta cotidiana.

Nossos antepassados comprovaram como o momento escolhido na semeadura determinava o crescimento da planta ou como o momento da colheita influenciava sobre as propriedades do alimento e sua conservação.

O conhecimento tradicional é estampado nos atuais calendários lunares e biodinâmicos que estão sendo recuperados pelos agricultores, sobretudo aqueles que utilizam métodos ecológicos e biodinâmicos.

Durante séculos os agricultores aproveitavam os conhecimentos ancestrais de gerações passadas e obtinham da terra os alimentos necessários para viver.

Mas, com a diminuição da agricultura intensiva, a terra foi perdendo sua fertilidade natural pouco a pouco. 

Em uma tentativa de devolver a riqueza aos solos empobrecidos, Steiner estudou minuciosamente o desenvolvimento das plantas e chegou à conclusão de que seu crescimento, tal como explicavam os velhos camponeses, era regido segundo os astros e as constelações. E estabeleceu as bases do que hoje conhecemos como agricultura biodinâmica. 

Maria Thun estudou com Rudolf Steiner e dedicou toda a sua vida a investigar a influência dos ritmos cósmicos na agricultura, nos jardins e na vida das abelhas.

Suas pesquisas demonstravam que a influência das constelações são transmitidas à Terra através da Lua, que por sua vez utiliza os elementos clássicos: terra, água, ar-luz e calor.

Thun começou a publicar seu já famoso Calendário Lunar com todos os seus cálculos astronômicos e suas recomendações para que o agricultor contasse com uma ferramenta muito poderosa para mais adiante fazer boas colheitas.

Ele foi um dos primeiros a relacionar o mundo vegetal e as forças do Cosmos. Este é diferente do resto dos calendários porque os dados correspondem à situação real no Cosmos, que vem refletida nas efemérides astronômicas.

QUE DIFERENÇA EXISTE ENTRE UM CALENDÁRIO LUNAR E UM CALENDÁRIO SOLAR?

Chamamos informalmente de “calendário lunar” aquele que indica os ritmos da Lua, embora na verdade o calendário gregoriano ocidental de 12 meses e 365 dias (366 a cada quatro anos) seja “solar”, pois obedece principalmente o movimento da Terra ao redor do Sol. Portanto, seu ciclo predominante é o anual das estações.

Os calendários realmente lunares respondem unicamente ao ciclo da Lua de 29 dias, que se corresponde com regularidades observáveis na Terra como o ciclo sexual das mulheres ou as marés.

O calendário inca e o muçulmano antigo são exclusivamente lunares. No muçulmano, os meses são de 29 ou 30 dias e os anos de 354 ou 355 dias. 

A maioria das culturas adotou um calendário “lunissolar”, pois levam em consideração tanto as fases do Sol como as da Lua.

São lunissolares o calendário chinês, o hebraico e o japonês, entre muitos outros. Se pensarmos nas celebrações cristãs, nosso calendário gregoriano também é lunissolar em certa ponto, pois o dia da Páscoa é o primeiro domingo depois da Lua cheia após o equinócio de primavera. Em função desta data também são estabelecidas os dias da quaresma e carnaval.

POR QUE TODOS OS CALENDÁRIOS LUNARES NÃO COINCIDEM?

Existem outros calendários e é verdade que frequentemente as recomendações – sobre os trabalhos no jardim ou sobre o corte de cabelo – não coincidem. 

Deve-se ter em conta que cada autor assume uma tradição, uns critérios e uma experiência que podem ser diferentes. Não quer dizer que um ou outro esteja equivocado.

Além de biodinâmico, outro calendário popular é o de Michel Gros, agricultor biológico francês desde 1975 e criador de um “Lunar” desde 1978.

Michel Gros oferece recomendações para trabalhar com as plantas e para cortar o cabelo, entre muitas outras atividades cotidianas que podem se adaptar ao ritmo da Lua. Por exemplo:  

  • Considera-se adequada a Lua crescente para desenvolver novos projetos, exteriorizar emoções ou aprender com menos esforço.
  • Em troca, a Lua minguante é melhor para conhecer o projeto, para transmitir ideias, para realizar uma cura purificadora ou para refletir.
  • O dia da Lua nova é ótimo para jejuar, se estamos pensando em fazer isso.
  • A Lua cheia é adequada para meditação ou para atividade física.
  • Se você quer receber uma massagem, será revigorante quando a Lua for crescente e ascendente, e relaxante quando for minguante e decrescente. 

COMO SÃO CALCULADOS OS MOMENTOS ADEQUADOS PARA SE DEPILAR OU CORTAR O CABELO?

Com estas indicações é possível calcular os melhores momentos para cortar o cabelo ou se depilar, tendo em conta as seguintes condições: 

O melhor momento para se depilar

Quando a Lua é descendente e o período é flor (a Lua passa diante das constelações de Gemini, Libra e Aquário).

No jardim, os dias flor são propícios para a semeadura e o cultivo das plantas ornamentais, algumas plantas medicinais e o brócolis ou a alcachofra.

Se cortar as flores nestes dias para colocá-las em um vaso, seu aroma é muito mais intenso e elas se mantêm frescas por mais tempo. As flores secas cortadas mantêm a plena vivacidade de suas cores, enquanto as cortadas em outros dias perdem mais rapidamente as suas cores.

É muito recomendado colher as sementes oleaginosas em tais dias. O melhor momento para cortar o cabelo e que cresça forte: a Lua é descendente e o período é raiz (a Lua passa em frente as constelações de Taurus, Virgem e Capricórnio). No jardim, nos dias raiz são trabalhados os cultivos cujo “fruto” se dá na raiz, ou seja, sob a terra, como são os rabanetes, couves-nabo, beterrabas, aipos, cenouras, etc. Também são incluídas a batata e a cebola.

O melhor momento para cortar o cabelo e que cresça rápido

A Lua é descendente e o período folha (a Lua passa diante das constelações de Câncer, Escorpião e Peixes). No jardim, os dias folha são favoráveis para a semeadura e o cultivo das verduras de folha e das ervas aromáticas, etc. Nestes dias não se aconselha a colheita. 

Além disso, existem os dias fruta, que não são favoráveis para o corte de cabelo ou para a depilação, mas que no jardim são recomendados para as tarefas com as ervilhas, a soja, a mandioca, o tomate, o pepino, a abóbora, a abobrinha, os cereais…

Estes são os critérios do calendário biodinâmico de Maria Thun, certamente o mais difundido no mundo. A cada ano, a editora Rudolf Steiner publica a adaptação espanhola de origem alemã, que é editada há 58 anos. Este é o calendário escolhido por Cuerpomente para obter os dados de corte de cabelo e depilação.

A elaboração deste calendário é muito complexa. Além de estudar as fases da Lua e as constelações para determinar estes dias Raiz, Folha, Flor e Fruta, o Calendário Lunar recomenda algumas horas concretas para cada atividade para saber se a Lua está em ciclo ascendente ou descendente, o período ou ritmo solar diário, o ritmo solar anual, alinhamentos de outros planetas e astros, eclipses, trígonos, etc. 

É uma informação tão específica que só uma pessoa com conhecimentos profundos de astronomia e astrologia pode realizar estes calendários lunares.

Maria Thun, que faleceu no ano 2012 com 90 anos de idade, explicava que inicialmente pensou que as forças que influenciam sobre as plantas vêm das constelações e atuam através da Lua. Mas com a experiência dos anos comprovou que cada planeta do sistema solar também exerce uma influência, com impulsos favoráveis e desfavoráveis. 

Em consequência, seu calendário foi se tornando mais complexo. Incorporou, por exemplo, os momentos em que dois planetas se encontram em oposição (formando um ângulo de 180°), porque são muito favoráveis para o rendimento e a qualidade dos cultivos. 

A LUA TAMBÉM SOBE E DESCE

Outro ciclo que os calendários lunares e biodinâmicos levam em consideração é o da subida e descida da Lua. Se refere à altura da Lua sobre o horizonte no seu percurso desde que sai pelo leste até que se põe pelo oeste. O ciclo é ascendente durante 14 dias e descendente os 14 seguintes. 

Este ciclo não tem nada a ver com a “fase lunar”. Uma Lua crescente pode ser descendente ou ascendente.

Como saber se é Lua ascendente ou descendente?

Para saber à primeira vista se a Lua sobe ou desce, basta observá-la duas noites consecutivas quando se encontra na vertical de um ponto de referência, por exemplo, a copa de uma árvore ou um campanário. Se a distância for maior no segundo dia, o ciclo é ascendente e, é claro, se for menor será descendente. 

O que acontece quando sobe?

Em relação às “propriedades” da Lua durante o período ascendente, as plantas mostram mais atividade nas partes altas, nas folhas, porque a potência da seiva é maior.

Não é uma época apropriada para podar, mas sim para colher os frutos carnudos.

E quando desce?

Em troca, a Lua descendente leva os líquidos da planta para baixo, para as raízes.

É um bom momento para colher tubérculos, para podar, para replantar ou para cortar.

É igual no hemisfério sul?

Não. Neste caso, as indicações de um calendário lunar realizado no hemisfério norte devem ser interpretadas ao contrário no hemisfério sul, pois quando a Lua fica ascendente na Europa aparecerá como descendente por debaixo do trópico de Câncer.

Isto complica bastante o acompanhamento no hemisfério sul de um calendário criado no hemisfério norte (ou vice-versa).

Mas, se a lógica for compreendida, é sempre possível que o calendário em questão detalhe cada dia se a Lua se encontra ascendente ou descendente, e se o período é folha, raiz ou flor (os períodos folha, raiz ou flor se referem à altura em que se encontra a Lua, utilizando as constelações para determiná-la).

COMO A LUA TE AFETA SEGUNDO A CIÊNCIA

Além de mitos literários e cinematográficos, de homens lobo ou de covens à luz da Lua, alguns estudos científicos determinaram sua influência no comportamento do solo vegetal, mas também animal e humano.

Por exemplo, influencia na qualidade do seu sono, sendo os dias de Lua cheia os mais propensos a sofrer de insônia. 

Este fenômeno, que muitos consideravam uma crença popular sem base alguma, conta com o respaldo da comunidade científica, já que foi demonstrado que nos dias próximos à Lua cheia o hormônio melatonina, secretado pela glândula pineal no cérebro, diminui de forma significativa no corpo humano.

E isso se traduz, entre outras consequências, em uma diminuição do ciclo de sono.

Um importante estudo do Hospital de Psiquiatria da Universidade de Basileia (Suíça) demonstrou que dormimos até 20 minutos menos nos dias da Lua cheia.

Também despenca a porcentagem de sono profundo e demoramos mais tempo para dormir. 

Com estes dados, o Calendário Lunar já tem uma primeiríssima utilidade na sua vida: basta saber se a Lua cheia está próxima e você saberá se o seu sono vai ser de pior qualidade nestes dias.

Então, se você tem um projeto importante para apresentar ou um acontecimento no qual tenha que dar cem por cento da sua energia e talento, procure escolher outra data mais adequada. 

Se isso não for possível, tenha em conta esses efeitos da Lua cheia no seu descanso noturno para ir mais cedo para a cama ou tomar algum suplemento que te ajude a conseguir ter um sono mais profundo e restaurador.

O PODER DA LUA SOBRE A TERRA

Apesar de todos os estudos científicos realizados, a verdade é que a influência da Lua acaba sendo muito difícil de determinar. 

No entanto, o fenômeno das marés, em que milhões de metros cúbicos de água se deslocam rotineiramente sob a ação do nosso satélite, nos lembra todos os dias a magnitude desta influência.

Da mesma forma, está cientificamente comprovado que a crosta terrestre também interfere no fenômeno das marés, cujo efeito provoca uma elevação de até 50 cm.

Dado que nesse caso a influência da Lua atua principalmente sobre a água, acaba sendo bastante lógico pensar que também influencia nos seres vivos, que estão compostos por uma elevada porcentagem de fluído.

Então, as plantas e os animais são muito sensíveis e receptivos à influência dos ciclos lunares, enquanto as pessoas nem sempre percebem esse efeito porque vivem muito distantes dos ritmos naturais.

Segundo nossa sensibilidade, acusaremos essa influência em maior ou menor grau. Apesar dos estímulos artificiais da vida atual dificultarem a percepção dessas forças cósmicas, seus efeitos seguem sendo reais.

São muitas as pessoas que se sentem mais vitais, inquietas ou ativas quando há Lua cheia, como se nesses dias de máxima iluminação lunar fossem capazes de iniciar qualquer novo projeto.

COMO FUNCIONA O CALENDÁRIO LUNAR

Os ciclos lunares e planetários repercutem em muitas áreas, mas sem dúvidas o mais estudado é o da agricultura, e por isso o Calendário Lunar é tão apreciado entre os amantes da agricultura.

Nossos antepassados olhavam para o céu para programar seus cultivos. Eles nos transmitiram essa sabedoria conquistada ao longo dos séculos. Seu método era empírico: suas únicas ferramentas eram a observação e a experiência direta conquistada colheita após colheita. 

Esse conhecimento ancestral se reflete em um Calendário Lunar, já que apresenta as numerosas vantagens que podem ser obtidas ao realizar algumas atividades seguindo os ciclos da Lua.

Mas, além da agricultura e dos cultivos, essa observação ao longo dos milênios se torna aplicável a outros processos biológicos. A atividade celular do crescimento do cabelo, por exemplo, será mais ou menos intensa dependendo dos ciclos lunares.

É interessante dar uma olhada no Calendário Lunar para decidir quando cortamos o cabelo se queremos que ele cresça mais forte e brilhante ou em qual data e hora nos depilamos para que dure o máximo possível.

As influências lunares e planetárias também podem ser aplicadas com bons resultados em outros âmbitos da vida cotidiana, como cortar as unhas, no cuidado da pele, nas massagens, no melhor momento para um jejum, para elaborar fermentados e até escolher o dia e a hora das intervenções de dente e cirúrgicas.

Se te interessa seguir as indicações do Calendário Lunar, talvez você goste de saber um pouco mais sobre como funciona, qual é a sua lógica. A fase lunar é uma das informações básicas dos calendários, mas não a única, como veremos.

Como saber se a Lua é crescente ou minguante?

A Lua crescente vai desde a Lua nova à Lua cheia. A cada dia aumenta a superfície iluminada do satélite e, portanto, a luz que reflete. A Lua minguante começa com a Lua cheia e vai reduzindo sua superfície iluminada até se tornar a Lua nova.

No hemisfério norte a Lua cresce para a esquerda. Portanto, quando forma um semicírculo nos lembra a letra D. Por outro lado, no hemisfério sul cresce à direita e sua forma lembra a letra C.

Ainda que o aspecto seja diferente, a fase lunar é a mesma em ambos os hemisférios.

Assim, quando vemos as imagens de um Calendário Lunar, as luas cheia e nova são corretas em ambos os hemisférios, as indicações das fases crescente e minguante também, mas os desenhos dos dias intermediários deveriam ser opostos no hemisfério sul.

Deve-se entender que os desenhos são apenas uma orientação, mais que um reflexo da realidade, pois o aspecto real varia em cada ponto da Terra. Por exemplo, no Equador, o arco da Lua crescente se parece com um “U” mais que um D ou um C.

Uma fase começa em todas as partes ao mesmo tempo?

Nos calendário lunares pode aparecer a hora em que começa uma determinada fase. Por exemplo, a primeira Lua cheia de 2020 foi formada na sexta-feira 10 de janeiro às 20h21min em Madri.

É claro, esta é uma hora local e deve ser adaptada a cada fuso horário. Assim, na Argentina, a Lua cheia se formou no mesmo dia 10, mas às 16h21min.

O que acontece quando a Lua está crescente?

O que é importante saber é que durante a Lua crescente a vitalidade das plantas aumenta, elas têm mais força para lutar contra os parasitas e as doenças. Também transmitem mais vitalidade quando são consumidas. Já as flores irão se manter mais exuberantes por mais tempo em um vaso.

E com a minguante?

Em contrapartida, durante a Lua minguante a vitalidade das plantas se reduz. No entanto, sua cor, cheiro e sabor é mais intenso. Também aumentam suas propriedades medicinais, mas se conservam frescas com mais dificuldade.

É um período favorável para fazer conservas e fermentos e para semear raízes e tubérculos, como rabanetes, batatas ou beterrabas.

O dia da Lua nova é pouco propício para as atividades de jardinagem, exceto os trabalhos com as plantas de folha. 

Também vai gostar de ler:

Sobre o autor

Paulo Rodrigues

Apaixonado pelo mundo místico e o místério das simpatias. Mestre de Reiki e pesquisador ativo em paranormalidades. Com o propósito de ajudar as pessoas na busca do autoconhecimento.

* Saiba como escrever para o site, envie um email para: [email protected]

Deixe um comentário