Candomblé no Brasil

Candomblé rituais
Escrito por Paulo Rodrigues

Que o Candomblé é uma das religiões mais famosas do Brasil, isso todo mundo já sabe. Mais que isso, é uma das religiões mais comentadas, especuladas e estudadas também, juntamente com a Umbanda, por exemplo.

Essa é uma religião belíssima, tanto quanto a umbanda, onde prega-se o respeito e a paz entre os povos, uma maneira de vida muito bonita que é adotada pelos crentes e seguidores dessa forma de crença.

Muitas pessoas têm dúvidas sobre isso, devido ser algo bastante polêmico na boca dos leigos. Não importa se você é um mestre dos rituais do candombé ou se você está começando a nutrir interesse por isso agora, esse artigo será de grande serventia para você.

História do Candomblé no Brasil

Poucas pessoas sabem disso, mas o Candomblé possui duas raízes muito fortes: a escravidão e o catolicismo. No entanto, hoje em dia pouco associam a religião à essas duas coisas, que são importantes demais para o todo.

Durante o período de escravidão, os negros foram impedidos de colocam em plena prática as suas religiões, que por suas vezes tinham santos distintos dos santos católicos. Usando isso como gancho, passaram então a usar a imagem dos santos católicos para representa-los.

Hoje, em dia, agora que isso já não é mais necessário, os praticantes em alguns casos buscam separar as coisas, voltando tudo às origens mais antigas, onde não havia em ponto algum a influência dos santos católicos na religião.

Se formos olhar na origem africana da mesma, nunca existiram fortes ligações com o catolicismo, o que, de certa forma, acaba nos fazendo pensar que, se a escravidão não tivesse ocorrido, a religião não teria passado por esse sincretismo.

Como essa religião fora, no passado, trazida da África pelos escravos, existiam no início várias formas de exercer a religião, pois cada pessoa trazia consigo uma maneira de realizar isso na prática.

Diferenças entre Candomblé e a Umbanda

Candomblé rituais

Muitas pessoas, por serem leigas no assunto, acabam confundindo as religiões, ou até mesmo acreditando que são a mesma religião mas com nomes diferentes. Quem já conhece um pouco mais sobre as duas religiões sabe que isso não é assim.

É claro que, assim como a doutrina evangélica e a católica tem seus pontos em comum mas estão longe de serem a mesma coisa. Com a umbanda e o candomblé isso funciona da mesma forma.

Podemos dizer que o candomblé é uma religião bem mais antiga, além de ser um tanto mais rígida do que a umbanda. É claro que isso não desclassifica a umbanda, pelo contrário, ambas as religiões são muito válidas.

O primeiro ponto a se reparar é que, muito embora ambas as religiões preguem a paz entre as pessoas e a equidade na sociedade, na umbanda não temos tanto a questão hierárquica de tocar os terreiros.

No candomblé temos um aprendizado mais focalizado no respeito absoluto aos pais e mães de Santo, que diferentemente da Umbanda, dedicam-se só e totalmente à religião, como os grandes e influentes líderes católicos.

Um ponto que gera muitas controvérsias é que, dentro da umbanda, não é feito o sacrifício de animais, enquanto na outra religião, em algumas situações e rituais do candomblé, acabamos vendo esse tipo de coisa acontecer.

O sacrifício acaba dividindo muito as opiniões e trazendo uma aversão maior da sociedade em relação ao candomblé, mas não deveria, afinal, religiões são religiões.

Candomblé rituais

Os rituais do candomblé são o ponto mais forte da religião. Há quem diga que nada pode ser mais forte do que isso na questão espiritual de fazer as coisas acontecerem de acordo com o nosso gosto e vontade.

É claro que, preparar um ritual está longe de ser simples como assar um bolo, é necessário um vasto conhecimento no assunto para não fazer algo de errado e zangar as entidades ou até mesmo só perder o seu tempo.

Os rituais do Candomblé exigem alguma prática, e não podem ser feitos sem o acompanhamento ou auxílio guia de alguém entendido no assunto. Jamais leve rituais simpatias e orações na brincadeira.

Os rituais são feitos com oferendas para os guias e com belas danças, momentos de muita alegria, música. Normalmente as oferendas são feitas com frutas, legumes, coisas assim.

É sempre possível ver nas cidades lugares onde deixam oferendas e tudo mais. É algo muito belo e bem feito, vale a pena conhecer.

Orixás do Candomblé

Nessa religião, cada orixá vem representando uma diferente força da natureza. Elas, trabalham todas juntas ou separadas nas causas humanas.

Os orixás são Ogum, Xangô, Exu, Oxalá, Oxóssi, Iemanjá, Oxum e Iansã. Cada um deles desempenha um papel específico, muito importante.

Entender mais sobre as religiões pode ser algo extremamente libertador. Nem sempre conseguimos de fato ter diante dos nossos olhos a imensidão de cada religião e como isso pode ser útil e interessante para a nossa vida.

Se você queria saber mais sobre o Candomblé e os rituais do candomblé, agora você já tem uma visão mais aprofundada sobre essa religião. E aí, o que achou?!

Sobre o autor

Paulo Rodrigues

Apaixonado pelo mundo místico e o místério das simpatias. Mestre de Reiki e pesquisador ativo em paranormalidades. Com o propósito de ajudar as pessoas na busca do autoconhecimento.

* Saiba como escrever para o site, envie um email para: [email protected]

Deixe um comentário