Há quem diga que os filhos de Xangô são pessoas apaixonantes e extremamente justas, isso porque Xangô é o orixá da justiça, então, é compreensível essa importante característica.

Representado pela balança, Xangô é um orixá da Umbanda, capaz de simbolizar o julgamento e o equilíbrio. Tem como papel, manter o mundo balanceado, oferecendo mais consistência. Sempre carregando seu machado de dois gumes, capaz de cortar para o lado do equilíbrio e da justiça, Xangô nasceu em Oyó, hoje uma parte da Nigéria ocidental.

Neste artigo, vamos falar sobre os filhos de Xangô e suas características. Confira e compartilhe!

como descobrir FILHOS DE XANGÔ

Xangô, o senhor da Justiça

Quem olha a imagem de Xangô vê um homem forte com seu machado, rodeado de fogo, trovões e raios.

De certa forma, essa imagem representa a força, uma certa agressividade devido a seu lado másculo, viril. Ele tem toda essa intensidade do fogo e tem como uma de suas missões, ser responsável pela justiça kármica, ele analisa as ações dos outros.

Filho de Bayani e marido de Iansã, considerada a Deusa dos ventos, Xangô nasceu em Oyó, por onde passou por muitas batalhas.

Ao refletir sobre o que estava acontecendo, um dia Xangô estava no alto de uma montanha meditando e se deu conta da tristeza que seus guerreiros estavam passando.

Ficou tão dominado pela raiva que bateu seu machado com muita força, soltando faíscas. Ele notou que quanto mais força ele colocava, mais faíscas era capaz de soltar para conseguir derrotar todos os seus inimigos.

Aos poucos, ele foi se tornando um vencedor com a força que colocava em seu machado, soltando faíscas e matando aqueles que estavam contra ele.

Aqueles que tinham sobrevivido às batalhas foram presos, e então Xangô precisou elevar o seu machado aos céus, ocorrendo assim os raios, responsáveis por liberar seus guerreiros e matar os demais inimigos.